21 de janeiro de 2013

Do outro lado da ponte

            A mãe um dia lhe disse para que nunca atravessasse a ponte. O garoto, curioso, sentava-se sobre o chão de terra e encarava o ferro revestido em madeira. Enquanto imaginava, via aquela mistura de preto, ferrugem e marrom. O caminho parecia ir até bem mais longe, aparentando levar para um lugar tão distante e diferente... Um reino, ele pensava. Cheio de duendes e fadas. Devia ser uma floresta! Mas tudo o que via eram arbustos. É secreto, explicava para si mesmo. É só andar três passos, fechar os olhos, e já estava na floresta encantada. Lá todos tinham nomes diferentes e orelhas pontudas para ouvirem melhor.

            Numa noite em que a lua ocupou mais espaço do que deveria, resolveu atravessá-la. O vento soprava na direção oposta, avisando-o de que era melhor se sentar e continuar apenas a olhar. Mas o menino não era desses que entendia as entrelinhas. Não acreditava muito em destino, em sinais celestes. Sua crença estava mesmo era nas fadas... E imaginando aquele lugar tão diferente, colocou um pé após o outro, devagar. A madeira parecia ceder a cada passo, afundar alguns centímetros. Brincava com os sapatos, como em jogos de vídeo game, quando o chão sempre resolvia cair e o personagem era obrigado a pular e pular...
            Até que o herói caía, mas sempre havia uma vida nova. A música sinalizava o fim, que logo revelava um novo início. E o pequeno continuava, enquanto alguém o controlava lá de longe. Chegava, então, o game over. Mas onde estava o novo início? Era só começar tudo de novo, ora. E alguém apertava o restart.
            Agora: passos e passos, o barulho de madeira velha, de filme de terror. É o caminho desafiador, o menino pensava. Depois que passa, vem o conto de fadas. Mas a perna prendeu em um buraco. Tentou sair, não conseguiu. Pediu ajuda aos duendes, aos cavalos falantes e às fadas. Fechou o olho uma, duas, algumas vezes para tentar ver a floresta encantada.
            Tudo o que viu foi um poço infinito.

3 comentários:

Jennifer Lyn disse...

Bella sempre maravilhosa <3

Tonny Simpson disse...

*-*

cecilia melo disse...

Ficou demais Isabella!

Postar um comentário