10 de março de 2011

Estar perto não é físico

            Eu olho pro teto uma vez mais, e penso nas últimas vezes que fiz isso. Fica difícil contar, foram tantas. Lembro-me que o fiz duas horas antes, no dia anterior, e em alguns dias da semana passada. Tenho feito muito isso. Não penso em muita coisa, não há o que pensar. As preocupações que eu antes tinha parecem nulas, bobas. Dirijo meus pensamentos para você, e não sinto dor. Não caem lágrimas, me recuso a chorar. Você odiaria se eu chorasse, sei bem disso.
             Não sinto muito pela perda, já passei dessa fase. Fazem três meses e já é hora de seguir em frente. O que faço é estender a mão, acariciar o vazio e visualizar seu rosto. Chega a ser doentio, devo ser louca. Mas não me importo mais com a possibilidade de estar ficando demente. Talvez a loucura seja a única coisa que me reste da razão.
             Assisto os fimes que você gosta, mesmo eu não gostando. Mais uma vez, estendo a mão, e seguro o vazio, mas visualizo sua mão lá, sinto você lá.
             Já me acostumei com a falta da sua presença física. Mas ainda o sinto aqui, mesmo sabendo que você muito provavelmente está longe. Não existe mais. Você era cético, lembra? Acha que a vida é uma só. Também acredito nisso, pelo menos quando o assunto é você. Você não existe mais, nem espiritualmente e nem fisicamente. Mas ainda assim sinto você. Estranho, não?
             Levanto-me e faço seu prato favorito, o único que sei cozinhar. Deixo um pouco em outro prato para você, e mais uma vez não o come. Sorrio, pensando na possibilidade de seu paladar ter mudado. Beijo sua face, murmuro um "boa noite", e adormeço. Sonho contigo, durmo contigo e acordo com você ao meu lado, segurando minha mão.
             Estar perto não é físico.

10 comentários:

Gi Zamai disse...

Realmente estar perto não é apenas físico, o texto mostra sim, uma dor muda de se cegar perante uma perda por demais dolorosa. E na ausência se faz a presença imaginária...coisas do coração...lindo.
Passa lá, tem post novo! Beijos

Andrew Aguêro disse...

Verdade esta perto
te segui me segue tbm
http://andrewaguero.blogspot.com/

Yoshi disse...

Muito bom mesmo, daria uma ótima música...

Claudia Alves disse...

Lendo seu texto, é claro que eu concordo com você.
Estar perto jamais vai ser só físico.
http://claudiaalvesinteriores.blogspot.com/

Rubi disse...

Logo que entrei aqui e li ' Across the universe ' me interessei no seu blog.
Quando acabei de ler o texto, fiquei encantada.
Esse finalzinho disse TUDO.

http://allclassics.blogspot.com/
Caso quiser seguir me avise *-* eu retribuo com o maior prazer.

Dan Arrenius disse...

seu poema tem uma mistura de realidade com o Vento. vejo desta forma.Uma coisa forte, mas tao suave que se vai ... parabens

Day' Anna Arantes disse...

Adorei o blog, está de parabéns!

Fabi disse...

concordo

Renata C disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandman disse...

belissimo post...isso que é não ter e mesmo assim procurar sentir...gostei do blog...

Postar um comentário