1 de julho de 2010

Um pouco de mim e de meu projeto

Bom gente... Não sei se vocês sabem, mas nesse ano eu sofri uma mudança incrível. Resolvi largar tudo em Minas para morar em uma escola interna em RJ. Lá estudam pessoas de todos os estados e a diversidade cultural é impressionante. Como a realidade de estudar em uma escola como aquela é tão diferente, resolvi escrever um livro sobre. No entanto, como estou no primeiro ano ainda, não tenho experiência suficiente. Levando isso em conta, escrevi apenas o prólogo para vocês opinarem.
Aguardo comentários!
Beijos,
Bella

Prólogo:


Todas elas estavam sentadas no sofá. A tevê, em uma parte da sala, encontrava-se ligada, mas não recebia atenção alguma. As meninas estavam muito ocupadas conversando para prestar atenção no noticiário que era exibido.
- Lembra como foi chegar aqui?
Uma delas disse, enquanto espiava toda a sala de convivência, inspirada pela nostalgia. Só havia as três, já que o restante da escola inteira estava arrumando as malas para ir embora. Elas, por já terem o feito, resolveram ficar na sala de convivência vendo televisão. No entanto, acabaram por conversar ao invés de realizar tal feito.
- Sim, lembro... A escola era gigante naquela época. Parecia uma cidade de tão grande que era. Hoje em dia eu praticamente imploro por mais espaços.
As três riram e uma outra completou:
- E as salas de aula? Fiquei perdidinha procurando pelas alas. Parecia que havia milhares de corredores. Até hoje eu procuro por eles.
Novamente riram. Lembraram-se de como era assustador andar pelas alas procurando as salas de seus respectivos professores. Tinham que pedir para veteranos e mais veteranos lhe mostrarem o caminho. Hoje em dia já conseguiam realizar o percurso de olhos fechados se fosse preciso.
- Agora... O mais engraçado mesmo é lembrar como foi chegar aqui no início mesmo... Subir ao terceiro andar e passar pelas portas, vendo os diversos nomes das três meninas de cada quarto. Até finalmente chegarmos ao nosso, o último quarto do corredor. Três estados completamente diferentes. Uma de Minas, outra do Paraná e outra do Amapá.
- Eu lembro que não sabia o que diabos era AP e fiquei perguntando para a Gabi qual estado representava. Ela também não sabia.
Gabi e Carol começaram a rir com a memória e Bruna também, incapaz de se segurar.
- Grandes conhecimentos geográficos o de vocês, heim?! - Bruna exclamou.
- Você sabe que Geografia nunca foi meu forte. Ate hoje ainda me desespero com as provas de Geografia. Ainda sou traumatizada com a minha oitava série - disse Carol.
Continuaram a conversar animadas, motivadas pela nostalgia e ansiosas pelas coisas que ainda viriam. Só tentavam não tocar em um único ponto: A hora em que cada uma voltasse para seu respectivo estado. A hora estava próxima, já que faltavam apenas três dias. Mas a negação que cada uma tinha em sua mente diante de tal realidade era tão forte que não conseguiam falar sobre.

1 comentários:

Reh Cháviñón disse...

Já disse que tua escola parece uma mistura de Hogwarts com Elite Way School? Ah, já. KKKK
Sério Bells, gostei do prólogo; queria escrever em terceira pessoa de novo, mas não consigo. :(
Enfim, escreve esse livro sim, e quando publicar, quero uma cópia autografada e com dedicatória. ham!

Postar um comentário