30 de janeiro de 2010

Anormalidade sentimental

Esqueça-a.

Estavam num desses bares dignos de algum fiscal para avaliá-lo. Mas a imundice não parecia ser notada pelos dois homens que o freqüentavam. Um deles estava com apenas um copo de água com gelo e limão e o outro mantinha o copo de whisky diante de si como um escudo, pronto para ser usado a qualquer momento de desespero emocional.

Laionel, o rapaz do whisky, ergueu os olhos para George de uma forma lamentável. Era como se sentisse-se impotente da pior forma possível. A angústia estava estampada em seus olhos que mais pareciam pertencentes a um cadáver do que a um homem que costumava ser muito sadio para a idade.

Você não entende, entende? Eu a amo. Não posso esquecê-la, estou condenado.

O outro apenas sorriu de um jeito compreensivo. Era como se aquela situação havia se repetido tantas outras vezes para chegar a saber até mesmo as falas que se seguiriam.

Você pensa isso logo, mas logo vai esquecê-la.

Em situações normais, tal frase realmente serviria de consolo, mas naquela de nada adiantaria. Laionel conhecia-se o suficiente para dizer quando realmente estava amando e para ele, tal admissão era a condenação para uma vida de sentimento.

— Eu a amo, pode parecer simples para você, mas não é para mim. Entenda-me, não sou muito normal. Demorei quarenta anos para dizer eu te amo e agora não há como escapar. O amor para mim não é conjugado no passado e sim no passado a partir do momento que aconteceu, no presente e no futuro. É assim, não há escapatória.

George tentou falar algo, mas ficou mudo diante da expressão do amigo. Era diferente de todas que havia visto. Não havia definição. Era um outro patamar de sofrimento, algo que não era compreendido por ele e provavelmente por nenhum dos conhecidos de Laionel.

7 comentários:

Rômulo disse...

sinceramente, gosto da maneira como escreve.
:*

Tami disse...

Realmente muito massa a forma que vc escreve! Parabéns!!

Macaco Pipi disse...

ACHO QUE MESMO POR AMOR
É MUITO ERRADO VC LUTAR A QUALQUER PREÇO POR ESSE SENTIMENTO.

SE TEM PESSOAS QUE VAO SAIR PREJUDICADAS DESSA LUTA , DE ALGUMA MANEIRA.

*αʍαทđα* disse...

lindo e emocionante
eu gostei muito de sua peculiaridade

I.A.Biscotto disse...

hum. Sentimento. Achei divino =)

Palavras Avulsas disse...

To seguindo! :D

Luana Eckert disse...

Nossa que lindo o texto.. as vezes o amor é assim, a gente não sabe como se portar e quando acaba você fica perdido, porque aquela pessoa que te completava não está mais la.. É a vida, é o amor, são duas coisas complicadas, mas ótimas de se viver.

xoxo'

Postar um comentário